Boas práticas para armazenamento de materiais de construção

Armazenamento de materiais

A quantidade de resíduos gerados em um canteiro de obras é determinante para que um projeto de edificação seja eficiente e não gere custos extras no orçamento. Quanto mais eficaz for o armazenamento de materiais de construção, menor será o desperdício tanto de dinheiro quanto de tempo.

Os trabalhadores de um canteiro de obras precisam ficar atentos em como manusear os materiais de forma correta e guarda-los a medida que as etapas de construção forem acontecendo. Desta maneira, é possível manter o espaço organizado, evitando perdas e até possíveis acidentes.

A importância de organizar um canteiro de obras

O ditado de que tempo é dinheiro vale para qualquer setor, e na construção civil não seria diferente, uma vez que a organização está totalmente atrelada quando o assunto é ganhar tempo. Um canteiro de obras eficiente é aquele em que o armazenamento de materiais acontece de acordo com as etapas da construção, e desta forma é possível evitar o desperdício de material, falta de produtos, atraso nas entregas e até acidentes.

É importante destacar que cada material tem uma maneira correta de ser armazenado, e ela varia de acordo com seu tipo, tamanho e aplicação. Um canteiro de obras organizado contribui para a execução do serviço, além de deixar o espaço limpo, evitando acidentes.

Entenda como deve ser feito o armazenamento de materiais de construção

Como já falamos, cada material tem uma forma certa de ser armazenado, e os cuidados necessitam de proteção também contra o mau tempo, o que inclui chuvas e tempestades, maresia e até mesmo furto e erosão. Além disso, existem materiais que precisam ser acondicionados na sombra, enquanto outros precisam ser transportados em paletes. Existem também os materiais que, por serem pequenos, devem ser embalados.

Materiais como cimento, cal, rejuntes e argamassas devem ser amazenados em locais arejados e secos. Esses produtos não podem ter contato com umidade, uma vez que correm o risco de endurecer. Os sacos podem ser armazenados em paletes, tábuas ou prateleiras, evitando o contato direto com o solo.

No caso da areia, o ideal é que seja colocada em um local plano. Por se tratar de um material fino, dependendo da superfície, pode escorrer e se espalhar por todo o canteiro de obras, deixando o espaço sujo – e isso sem falar no desperdício de material.

Quando não estiver em uso, é importante que esteja coberta com plástico ou lona para evitar a umidade e não comprometer a qualidade do concreto que será produzido posteriormente.

Conheça os materiais que necessitam de cobertura

Assim como a areia, materiais como aço e tijolos necessitam de cobertura com plástico ou lona. No caso do aço, quando exposto à intempérie, provoca oxidação e compromete seu desempenho no concreto. Este material deve ser armazenado em local fechado e seco ou coberto com lona. Se o seu uso demorar mais do que dois meses, é necessário um tratamento especial para acondiciona-lo.

Os tijolos, por sua vez, devem ser empilhados da mesma maneira que o cimento, porém, cobertos com lona ou plástico para evitar umidade. Quando molhado, o material perde a aderência à massa de cimento. 

A tubulação de água e esgoto também precisa de proteção da exposição ao sol para não perder a resistência e gerar vazamentos futuros.

Entenda como armazenar pisos, revestimentos e telhas

Os pisos, revestimentos e telhas merecem uma atenção especial por serem materiais que podem se danificar facilmente dependendo da forma como forem armazenados. Portanto, todo cuidado é pouco.

As telhas, por exemplo, devem ser posicionadas de forma inclinada, garantindo um apoio mais firme.

Outro produto que exige ateção é a tinta. Este material deve ser acondicionado em ambientes arejados, uma vez que é feito de solventes que soltam vapores orgânicos. Além de serem nocivos à saúde, esses vapores são inflamáveis e se acumulados podem provocar incêndios.

Confira mais dicas para manter um canteiro de obras organizado

Espaços delimitados – Para que o canteiro de obras siga organizado, delimite os espaços para o armazenamento de cada material, seguindo preferencialmente as etapas da construção.

Controle o estoque – É importante que você tenha uma lista de todos os materiais estocados para evitar compras desnecessárias.

Contrate um almoxarife – Dependendo do tamanho da obra, vale a pena colocar na ponta do lápis a contratação de um almoxarife. Este profissional ficará responsável por fazer todo o controle do estoque, armazenar e conservar o local, além de contribuir para que nunca falte nada durante o processo de construção, evitando atrasos na entrega.

Fim de obra – Ao concluir uma obra, pode acontecer de haverem sobras de materiais que, se bem conservados, são aceitos pelos fornecedores de volta em caso de apresentação de nota fiscal, necessitando que estejam em perfeito estado e em suas embalagens. Além de ter um ambiente de trabalho organizado, é possível gerar economia.

Portanto, investir em armazenamento de materiais é essencial para a logística de uma obra, uma vez que reduz o tempo de execução, facilitando o trabalho de cada etapa, sem desperdiçar material e ainda contribui para a sustentabilidade.

Gostou do conteúdo? Não deixe de conferir o nosso blog com mais informações relevantes sobre construção civil, obras e segurança.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Segurança na obra: saiba tudo sobre a tela de proteção fachadeira

Segundo a NR-18, prédios em construção necessitam da tela fachadeira para evitar a queda de materiais, detritos e rebocos. Saiba mais!

Materiais

Catálogo de Proteção Coletiva

Trabalhamos continuamente para aprimorar a qualidade dos nossos produtos e sistemas de segurança para a execução de estruturas em concreto. Baixe e conheça nossos serviços.