O que é jardim vertical? Conheça as vantagens dessa técnica

Jardim vertical

Uma tendência no universo da decoração, o jardim vertical é uma técnica que agrega beleza e sustentabilidade, contrapondo a sobriedade dos grandes centros urbanos, uma vez que integra a natureza em edificações. 

Com possibilidade de empregar a técnica tanto em ambientes internos quanto externos, qualquer superfície está apta a receber a estrutura de um jardim vertical. 

Conheça as vantagens de ter um jardim vertical em seu projeto 

Desde 1938 os jardins verticais ganharam a fama na construção civil, e desde então, a aplicação de plantas na decoração tem se tornado uma tendência entre arquitetos e designers de ambientes, isso porque a vegetação tem a capacidade de diminuir a agressividade das construções. 

Além disso, o jardim vertical traz vários benefícios para o projeto e vamos falar um pouco mais sobre cada um deles a seguir. 

Melhora o isolamento térmico: as plantas reduzem a temperatura dos ambientes, uma vez que suavizam os efeitos dos raios solares, mantendo um clima bastante agradável no local. 

Redução no uso de energia elétrica: a vegetação funciona como um filtro e barreira contra o vento, reduzindo, desta forma, a poeira e aquela sensação de rajadas de ar quente ou gelado. Dependendo do projeto, o jardim vertical contribui para diminuir o uso de ventiladores e aparelhos de ar condicionado, resultando, inclusive, em uma redução na conta de energia. 

Diminuição dos ruídos externos: as plantas conseguem absorver as ondas sonoras, por isso, contribui para a diminuição dos ruídos externos. Quanto mais espécies fizerem parte do jardim vertical, maior será a capacidade de diminuir o barulho. Quando a técnica é aplicada em ambientes corporativos, reflete, inclusive, na concentração das pessoas já que não terão a atenção desviada por conta de ruídos. 

Melhora a qualidade do ar: como as plantas realizam fotossíntese diariamente, o jardim vertical também contribui para a melhora da qualidade de ar nos espaços onde são instalados. Essa aplicação ajuda, inclusive, a deixar o ambiente mais úmido, uma vez que as plantas devolvem para o ambiente boa parte da água que recebem em uma rega ou das chuvas. 

Fácil de cuidar: ter um jardim vertical em um imóvel é uma das maiores praticidades, uma vez que a técnica não exigirá de um jardineiro, por exemplo. Esse tipo de projeto geralmente é feito com plantas mais resistentes e que suportam as condições típicas de lugares mais fechados ou com bastante incidência de luz solar. Geralmente são utilizadas plantas como babosa-de-pau, hera-inglesa, flor-de-maio, samambaia, russélia, antúrio, entre outros. 

Paredes protegidas: outra vantagem de ter um jardim vertical no seu projeto é em relação a proteção que a técnica oferece às paredes do ambiente, principalmente quando pensamos em grandes fachadas. A aplicação ajuda a preservar o espaço contra as intempéries e os raios UV. Além disso, o jardim vertical evita que novas pinturas e acabamentos sejam feitos, sem contar que é um aliado para esconder imperfeições nas estruturas. 

Aliado da sustentabilidade: a técnica também é uma forte aliada do planeta, porque auxilia na drenagem da água da chuva, reduzindo, desta forma, a necessidade de escoamento e dos sistemas de esgoto. 

Reaproveitamento dos espaços: uma grande vantagem do jardim vertical é a possibilidade de reaproveitar espaços de maneira inteligente. Aquela área que, até então, estava desvalorizada no projeto, ganha uma nova estética com as plantas. É importante destacar que a técnica pode ser instalada conforme as estruturas existentes no ambiente, sem a necessidade de grandes mudanças no projeto original. 

Aprenda a montar o seu jardim vertical 

Ter um jardim vertical na sua casa ou no seu ambiente de trabalho não é uma tarefa complicada. Dependendo do projeto você não precisa nem de ajuda de um profissional. A seguir vamos dar algumas dicas de como aplicar a técnica. 

A primeira coisa que você precisa saber é que o jardim vertical pode ser instalado em varandas, cozinhas de pequenos apartamentos, ou em uma parede de casa. Independente da escolha é importante ter alguns materiais, dentre eles vasos individuais, jardineiras, MDF para os painéis, terra adubada e utensílios para manuseio das plantas, arames, entre outros. 

Com a adesão cada vez maior de jardins verticais em projetos de decoração, hoje é possível fazer a aquisição de peças para irrigação automática e com isso, eliminar a preocupação dos moradores. 

Um dos cuidados necessários para quem quer um jardim vertical é em relação às infiltrações. A recomendação é manter uma distância entre as plantas e as paredes. 

Após adquirir os materiais e o sistema de irrigação necessários, o próximo passo é escolher a parede que receberá o jardim vertical. O ideal é dar preferência para paredes lisas e que estejam em evidência no cômodo. É importante conferir o tamanho do local para a quantidade desejada de vasos. 

É muito comum que os jardins verticais recebam plantas comestíveis como manjericão, hortelã e alecrim. A dica, neste caso, é identificar os vasos com etiquetas para que os moradores as utilizem no preparo das refeições. 

Portanto, se você está em busca de modificar ou reaproveitar um espaço da sua casa ou ambiente de trabalho, o jardim vertical pode ser um bom investimento. Além de deixar o espaço mais bonito, ainda traz uma série de benefícios. 

Gostou do conteúdo? Não deixe de conferir o nosso blog com mais informações relevantes sobre construção civil, obras e segurança. 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Conheça os cuidados indispensáveis para uma boa gestão de obras

A falta de material, equipamento ou recurso é sinônimo de prejuízo para um projeto de construção, afinal, esses contratempos resultam em atrasos e consequentemente...

Como a queda da Selic pode impulsionar a construção civil

O futuro da construção civil e do mercado imobiliário é mais do que promissor, e as expectativas são excelentes a curto prazo: é esperada...

Como aumentar a produtividade na obra

A baixa produtividade na obra é ocasionada por uma série de fatores, em especial a escassez de mão de obra qualificada – intensificada por...

Segurança do trabalho na construção civil: os pontos importantes

Manter a integridade física dos trabalhadores é fundamental no canteiro de obras. Entenda sobre a segurança do trabalho na construção civil.

Combate ao incêndio na construção civil

Medidas de combate ao incêndio devem fazer parte da cultura de segurança na construção civil, porque é um tipo de incidente que pode acontecer...

A necessidade de instaurar a cultura da segurança na construção civil

Garantir a saúde e integridade física dos trabalhadores é primordial, e implantar a cultura da segurança na construção civil é uma prática fundamental para...

Materiais

Catálogo de Proteção Coletiva

Trabalhamos continuamente para aprimorar a qualidade dos nossos produtos e sistemas de segurança para a execução de estruturas em concreto. Baixe e conheça nossos serviços.